65º Aniversário da Libertação de Buchenwald

Entrada do campo de concentração com a inscrição "A cada um o seu"

Buchenwald foi um dos maiores campos de concentração em território alemão. Criado, em 1937, com o objectivo de destruir os adversários políticos do nazismo, nomeadamente comunistas e social-democratas, calcula-se que ali estiveram presas cerca de 250.000 pessoas de todas as nacionalidades europeias. 56.000 morreram, das quais cerca de 11.000 judeus. O carácter marcadamente político dos seus prisioneiros reflectiu-se na libertação do campo efectuada a 11 de Abril de 1945 pelos próprios prisioneiros com o apoio do 3º Exército americano. “Camaradas, o campo encontra-se sob o nosso controlo” ouviram cerca de 21.000 prisioneiros no início da tarde de 11 de Abril de 45. A voz saía  dos mesmos altifalantes que usualmente eram utilizados pelas SS, para dar as suas ordens. “Camaradas, dizia este voz. Incrível! As SS nunca tinham utilizado esta palavra!”  conta Rolf Kralovitz, ex-prisioneiro, nas suas memórias. A resistência interna tinha-se tornado cada vez maior, o campo foi ficando cada vez mais fora do controlo das SS. Há muito que o movimento e resistência interno se tinha organizado e provocava o caos, escondia prisioneiros perseguidos e apelava à desobediência e à unidade dos prisioneiros. Buchenwald fica perto de Weimar. A barbárie ao lado da cultura de Goethe e Schiller.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: