“Guerra e Cadáveres – a última esperança dos ricos”

Guerra e Cadáveres – a última esperança dos ricos

Fonte: Akademie der Kuenste, Berlim, Kunstsammlung/Copyright: The Heartfield Community of Heirs/VG Bild-Kunst, Bona, 2009

 

 Jonh Heartfield é um dos fundadores da fotomontagem e até hoje um dos seus principais representantes. Se B.Brecht o considerava “um dos artistas europeus mais imprtantes”, para outros não passava de um gráfico, de um “agitador de esquerda”.

John Heartfield nasceu em Berlim chamando-se Helmuth Herzfeld e mudou o seu nome em plena I Guerra Mundial em protesto contra o ódio a Inglaterra dos seus conterrâneos . Em 1918 aderiu ao Partido Comunista alemão (KPD) com Georg Grosz e Erwin Piscator e pertenceu ao grupo iniciador do movimento Dada em Berlim. Ficaram famosas as suas fotomontagens para o “Jornal Ilustrado dos Trabalhadores”, hoje consideradas o símbolo da queda da República de Weimar e da ascensão do nazismo de quem foi um incansável inimigo. São, sem dúvida, agitação de esquerda mas não deixam de ser Arte.

Anúncios

One Response to “Guerra e Cadáveres – a última esperança dos ricos”

  1. romi gomes diz:

    por que razão não fazem arte os que agitam? e os que são de esquerda? o que é Arte? a agitação é já uma arte. ou?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: